sábado, dezembro 10, 2005

Sempre a bater no mesmo (confesso)

Soares queria debates de intervenção directa, de interrupções e altercação. Prova a pequenez do homem que se sente melhor com a quezília.

2 comentários:

Bart Simpson disse...

não, não.
Cavaco é que se dá bem com a não-discussão. Para o "boliqueime-man", o melhor são mesmo as entrevistas...
(não que defenda o registo de Soares, mas o sr. Silva é demasiado caladinho, como lhe convém)

Gonçalinho disse...

Não digo que você não tenha razão. Também não acho que seja eu quem está errado. Sugiro um meio-termo.