segunda-feira, dezembro 19, 2005

Palavras incoerentes

Chumbita Nunes, presidente do Vitória de Setúbal, diz que Norton de Matos nem se despediu, nem foi despedido... Antes rescindiu o contrato. (!?)
Mas quem está errado sou eu, ao tentar encontrar coerência no mundo do futebol lusitano...

2 comentários:

ZP disse...

Sem dúvida! Podia cair no erro de dizer que a incoerencia (só) mora lá para os lados do sado, mas aí o incoerente era eu... ;)

abtursio disse...

o gonçalo se não percebeste faz de conta que percebeste para aqueles que perceberam ou que querem parecer que perceberam julgarem que percebeste. percebeste?