sexta-feira, dezembro 02, 2005

Fascismo (obrigado ZP)

Ao ler os comentários, feitos ao "post" anterior, informativos e documentados do meu bom amigo ZP (um dos que me chama de facho, na brincadeira, acho eu), senti a informação mexer com a minha buçalidade demoníaca de troglodita de direita (um pequeno pleonasmo, na visão de Louçã. Espero que deculpe). Descubri, cheio de espanto, que fascismo não pode ser definido como sendo de direita(!) (ui, que surpresa...). Senão, vejamos:
Na definição mais restritiva apresentada, fascismo só existiu com e por Mussolini. Sendo assim, nenhum outro regime, totalitário ou não, de direita ou não, pode ser atirado para o mesmo saco.
E considerando como fascista o nazismo de Hitler, vemos uma brecha na outra definição. Reza a História que o jovem Hitler era de esquerda, tendo tido parte activa no regime comunista que surgiu na Alemanha no período que se seguiu à IIª Guerra Mundial, representando os militares no conselho da comuna da sua zona. Podia ter mudado de ideias, como muitos jovens comunistas, que crescem e amadurecem, deixando as ideias utópicas para trás, mas não. O partido pelo qual foi eleito era de esquerda nacionalista, o Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães (O termo Nazi é uma contração da palavra alemã (NA)tionalso(ZI)alist). E é falta de honestidade dizer-se que o racismo é exclusivo da direita...
"Fascism generally attracted political support from big business, landowners, and patriotic, traditionalist, conservative, far-right, populist and reactionary individuals and groups.". Patriotas são tanto de esquerda como de direita, e os conservadores, na China ou em Cuba, por exemplo, são os comunistas. O populismo é visto em Portugal como sendo de esquerda, apesar de eu também achar que existem exemplos populistas em ambos os lados da "barricada". Os reaccionários na Rússia de há dez anos (quem sabe se hoje em dia não andem por lá, ainda), eram os saudosistas do regime soviético.
"The broadest definitions, on the other hand, may include every authoritarian state that has ever existed. Fascism is always associated with a very high degree of nationalism, and, after it attains political control of a country, involves a powerful, dictatorial state that views the nation as superior to the individuals or groups composing it. Fascism also typically calls for the regeneration of the nation and uses populist appeals to unity". Esta parte da definição, parece apoiar a minha visão da ambivalência do fascismo. Todos os regimes autoritários... de esquerda ou direita, certo? Um alto grau de nacionalismo envolvendo um estado ditatorial, que considera a nação acima do indivíduo descreve bem o Estaline-Leninismo.
E o segundo comentário do ZP ao "post" "Tenho mais uma alcunha" descreve bem todos os regimes ditatoriais que por aí apareceram, e aparecem (veja-se o regime de Chávez, na Venezuela. Falta pouco), à excepção do excerto "and often race", em que a palavra que se traduz por "muitas vezes", retira certeza a este pormenor da definição.
Dito isto, não posso deixar de constatar que não sou fascista: Sou contra um estado autoritário, cuja constituição me impõe um programa político com o qual não concordo. Sou contra um estado que retira ao indivíduo o direito a escolher a obra de caridade que pretende apoiar. Insurjo-me com frequência contra os regimes que não permitem reconhecer o mérito individual com negociações laborais obrigatoriamente conjuntas, abafando a vontade de melhorar individualmente, a ambição de cada um, em favor do todo. Sou contra os regimes que usam a cultura como meio populista de distrair os votantes, e de manter as hostes publicamente visíveis e potencialmente perigosas de barriga cheia e contentes.
Onde é que eu já ouvi falar disto?
Post Scriptum: Mais uma vez, obrigado ZP!

8 comentários:

ZP disse...

Tb concordo que o fascismo tt pd ser d direita como de esquerda, mas a questão quando te chamam isso (eu, pelo menos) além de ser a brincar não é p afirmar que es d direita! Apenas p dizer que tens alguns pontos de vista btt radicais e que (usando uma bela frase de esquerda) quando os defendes achas sp que mais vale quebrar que torcer...

Gonçalinho disse...

Não vejo em que é que isso encaixa no fascismo...

Claudio Tellez disse...

"O movimento nacional-socialista (nazista) tem um só mestre: o marxismo" - Goebbels, Kampf um Berlin.

"Nós somos socialistas, e inimigos mortais do atual sistema econômico capitalista" - Der Nationalsocialismus, die Weltanschauung des 20 Jahrhunderts

"Eu aprendi muito com o Marxismo, como não hesito em admitir. A diferença entre eles e eu é que eu tenho posto em prática o que esses 'revolucionários teóricos' têm começado timidamente ... Eu tive apenas de concluir logicamente que a Social-Democracia falhou repetidamente devido à sua tentativa de realizar a evolução dentro da estrutura democrática. O Nacional-Socialismo é o que o Marxismo poderia ter sido se ele tivesse quebrado suas ligações absurdas e artificiais com a ordem democrática." - Adolf Hitler, citado por Leonard Peikoff, em "The Ominous Parallels", p. 197.

abtursio disse...

eu posso dizer que quando te chamo isso é a brincar, contudo facismo não se verifica apenas no totalitarismos mas sim em algumas actitudes radicais tão bem apontadas pelo ZP. mais uma coisa nos conceitos e regimes por ti referidos estão misturados conceitos como facista e ditadura

Gonçalinho disse...

Abtúrsio:
Caso não tenhas percebido bem o que escrevi, é pelas razões que apontas que não sou fascista. Experimenta ler aquele último parágrafo maior, e percebes melhor.
Claudio Tellez:
Agradeço a informação extra que trouxe para a discussão.

abtursio disse...

caro gonçalo tu é que não leste o que disse não disse que apoias um regime totalitario, apenas disse que no post esta misturado na mesma amalgama o coiceito de dityadura e de facismo

Gonçalinho disse...

Abtúrsio:
E Fascismo, segundo o texto que o ZP colocou no seu comentário, pode ser definido como ditadura. Se preferires, todas as ditaduras têm, pelo menos, uma ponta de fascismo. E o que eu quero que se note é que, segundo o que o ZP mostrou, o fascismo não pode ser visto como de esquerda ou direita.
E chamam de facista ao nazismo, quando Hitler era socialista.

abtursio disse...

claro mas isso é logico, é quer sejas de esqueda quer seja de direita, se for extremista acabas por cair numa actitude facista.