terça-feira, janeiro 17, 2006

Mansos...

"Sobral de Monte Agraço: GNR descarta uso da força para deter barricado"...?! Porquê?! O homem, por acaso tem reféns? São precisos quantos dias de cerco para o cansar? Quantos dias de terror têm os vizinhos deste homem perturbado, notoriamente perigoso até para os agentes da autoridade, que aguentar?
""Pretendemos preservar a integridade do cidadão mantendo em aberto a via negocial até esta se esgotar", sublinhou o responsável, escusando-se a adiantar até quando vão decorrer as negociações.". O homem já matou (tem condenação anterior por homicídio), e tentou matar outra vez, desafia a autoridade, e ainda o premeiam com um motivo de orgulho entre rufias, que ser temido pela polícia. Ou acham que ele, se for preso, vai agradecer à autoridade terem tido a preocupação de lhe ter sido preservada a integridade física?
A imagem que daqui fica para futuros confrontos, é de que a autoridade é fraca.

3 comentários:

Elise disse...

é preciso dialogar... os psicopatas agradecem.

Fernando_Vilarinho disse...

realmente fiquei um pouco admirado de ainda hoje o Homem estar barricado.
mandem para lá o Carrilho com as suas filosofias que o homem sai logo! ;)

Gonçalinho disse...

Ou ponham o Alberto João a cantar lá perto. O homem rende-se pedindo piedade!