terça-feira, março 27, 2007

Lápis azul, ou de outra côr qualquer

O terrível ogre que um dia caiu da cadeira ganhou um concurso de popularidade. O actual governo quer seguir-lhe o exemplo, ao que parece, abrindo as portas à censura.
Boas intenções? Também Salazar as tinha. O monstro de Santa Comba Dão distribuiu os lápis azuis para proteger a Igreja dos ataques daqueles que dizem que a religião é o ópio do povo. Depois deu no que deu.
Senhor Ministro Augusto Santos Silva, diga lá: quem é que decide o que é jornalismo de sarjeta? E o é que acontece quando o governo mudar e e a sua lei se mantiver? É que se você tem boas intenções, os outros podem não ter.


De notar que usei as palavras ogre e monstro quando me referi a Salazar. Fui politicamente correcto... não fui?

13 comentários:

GoEThe disse...

Ainda bem que foi só um concurso de popularidade. Se estivesse envolvida bruxaria, ainda tínhamos o monstrinho de volta.
Quanto ao lápis rosa, cada um deve poder escrever o que quer (e ler o que quiser), não é verdade? Por isso é que houve o escândalo todo dos cartoons dinamarqueses.

Gonçalinho disse...

O escândalo das caricaturas só aconteceu por que existem uns tipos que querem impôr a sua moral aos outros.
Posso achar um texto ou uam caricatura ofensiva, mas não tenho o direito de proibir que outros o leiam ou a vejam. Posso, por exemplo, boicotar a publicação onde figura a ofensa, e apelar a outros que o façm também. Agora censurar, não. Nunca.

PR disse...

Falamos também disso. Percebo-te. E foste correcto, foste...lololol. Abraço.

sonia r. disse...

Bom fim de semana.

Meinemliebe disse...

Correctíssimo!
Também me parece que vai ser moda de novo o uso do passe-vite...
Sou desse tempo e detestei.
Bo, fim de semana

PR disse...

Boa semana, abraço,

PR disse...

Abraço,

PintoRibeiro disse...

Boa noite e um abraço.
( Não tenho culpa mas anda aí outro fdputa a utilizar a minha assinatura. É fácil de detectar. Clicas e em vez de ir dar ao profile vai dar ao blogue ).

Opintas/Bernardo disse...

Alguem roubou e anda a utilizar as nossas assinaturas. Desculpem alguma coisa que apareça aqui.
Abraço.

sonia r. disse...

Não fosse o Presidente da República Islâmica do Irão ser um Homem de bem...
Boa noite.

PintoRibeiro disse...

Bom dia, bom fim de semana, abraço,

topas disse...

Uma comparação um pouco ranhosa...isto é... digo eu!

Diogo disse...

O peculiar percurso de 2 horas do estudante sul-coreano Cho Seung-Hui na manhã de 16 de Abril de 2007

1) Matar um homem e uma mulher num alojamento do campus da Virginia Tech. A polícia foi chamada por volta das 7h15 da manhã.

2) Gravar um vídeo de si próprio.

3) Transferir o vídeo para o computador.

4) Gravar o vídeo num DVD.

5) Embalar o DVD.

6) Ir aos correios.

7) Enviar a encomenda para a NBC às 9h01.

8) Matar mais 30 pessoas no edifício de Engenharia do campus da Virginia Tech, menos de duas horas depois do primeiro tiroteio (portanto antes das 9h15m).

9) Suicidar-se.